Da Energia do Pensamento de Deus | Cartas do Céu

Da Energia do Pensamento de Deus | Cartas do Céu

Deus disse:

Amados, vocês são uma grande força, mas vocês se consideram uma fraqueza antes de uma grande tempestade. Não há onda grande o suficiente para vencê-lo. Como a maré o leva a reboque, você teme estar indo para algum lugar, para algum lugar difícil, para algum lugar onde você está, para todos os efeitos, perdido.

Apesar do que você se preocupa, não há perda. Não há afastamento de você nem de Mim. Não há separação. Existe apenas a Unidade. Nada pode contrariar a Unidade.

Você não pode se desviar dela. Esta é a Verdade inalterável. Que você possa ser espalhado ao vento não é uma possibilidade. Mas que sua consciência pode ser dispersa, bem, disso não há dúvida. Mas o que é conscientização? Não são as idéias que você conta a si mesmo, pois o que você diz a si mesmo é errado. A consciência é outra coisa. É a consciência consciente de si mesma. É a vastidão se aproximando da vastidão. É um universo de Verdade. A partição é apenas aparente, uma miragem em que você acredita muito bem.

Mas, Meus amados, mesmo quando seu corpo está em coma, vocês têm consciência, pois são um Ser de Luz. Mesmo quando seu corpo morre, você é um Ser de Luz. A consciência é inexorável. Mas muitas vezes você iguala a consciência com a consciência de algo. A consciência pura existe e você, na Terra, é a consciência pura fluindo. Você flui do Meu coração. Se fosse possível para você começar e terminar, você começaria e terminaria Comigo. Mas não é possível para você terminar. Portanto, você está sempre comigo. Somos inseparáveis, você e eu. Não há separação entre nós. Não há um ponto. Não há divisão entre Nós a ser costurada.

Você sempre foi, e assim você é. Se o tempo verbal fosse verdadeiro, Diríamos que desde o início da criação, você era. Diremos que você estava Comigo, mas não havia onde estar. Não havia quem. Não havia como e nem por quê. Não havia era. Existe a Totalidade da Unidade.

Quando a Terra e Tudo se espalharam diante de você, era como se você estivesse se espalhando. Era como se eu fizesse um cobertor de mim mesmo e me cobrisse com ele, mas isso só poderia ser um jogo de vamos fingir. Criei um universo com a energia do Meu pensamento e você imaginou que foi expelido em uma sequência de tempo e espaço, mas Eu o contive o tempo todo. Nada aconteceu. Tudo foi. Tudo é. Tudo é um eufemismo para Unidade, pois não havia nada.

Eu nunca me afastei de Mim mesmo. Eu nunca cortei uma parte da Minha consciência. Minha consciência, que é o que EU SOU e TUDO QUE EU SOU, permaneceu inteira. Nada disso escapou. Para onde poderia escorregar? Afinal, eu sou Tudo, e isso significa que você também. Você é a totalidade. Você é a totalidade da Unidade. Claro, as palavras não dizem. Não há realmente inclusão, pois não há exclusão ou reclusão. Não há oposto à Unidade. Tudo isso é uma maneira de falar. As palavras ficam aquém.

Não há ninguém para falar, e não há nada para ser ouvido. Tudo é compreendido e tudo é conhecido. Ossos não podem ser fixados quando não há fratura. A unidade nunca perdida não pode ser recuperada.

Mas você ouviu sussurros nas terras imaginárias da Terra. Você ouviu os sussurros mais do que ouviu o Meu Silêncio. Você ouviu rumores. Fofoca que você é, você passou adiante. Em seu delírio, você guardou boatos em seu coração e tentou enfiar lá a ilusão. Seu coração cospe mentiras. Seu coração conteria a Verdade, e somente a Verdade, e assim seu coração é seu guardião. Sua mente divaga, mas seu coração sabe sem saber como sabe que o que digo é verdade. Seu coração sabe que eu sou o orador e sou aquele que ouve.

Link permanente para esta carta do céu: http://www.heavenletters.org/from-the-energy-of-gods-thought.html – Obrigado por incluir isso ao publicar esta carta do céu em outro lugar.

Deixe uma resposta